agosto 2, 2016

Petar

topo-petar

Localizado no sul do Estado de SP, entre as cidades de Apiaí e Iporanga, está o PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira). Parque com mais de 350 cavernas, dezenas de cachoeiras, trilhas, comunidades tradicionais e quilombolas, sítios arqueológicos, paleontológicos… é realmente um verdadeiro paraíso escondido entre vales e montanhas e na maior porção de Mata Atlântica preservada do Brasil.

Criado por um decreto em 1958 (Governo do Estado de SP), com cerca de 35 mil hectares de Mata Atlântica preservada, tornou-se depois da década de 90 um dos locais mais perfeitos para a prática de esportes de aventura com espeleo, rapel, bóia cross, cascading, bike e, de algumas atividades como educação ambiental, fotografia e observação da natureza.

No Petar você irá encontrar várias espécies de aves (Socó Boi Escuro – Tigrisoma fasciatum, Gavião de Penacho – Spizaetus ornatus), mamíferos de grande porte: como pacas, antas e bugios; e muitas espécies de bromélias, orquídeas e uma das espécies mais importantes da Mata Atlântica, o Palmito Juçara – Euterpe edulis. Além é claro de uma imensa quantidade de córregos e rios com águas cristalinas.

Com tudo que citamos acima, sem dúvida o que mais atrai os visitantes ao PETAR são as cavernas.

As cavernas existentes oferecem vários níveis de desafios. Há desde cavernas com enormes rios, com escaladas, mergulhos e rapeis à cavernas com estruturas turísticas, como escadas, passarelas e pontes, feitas para facilitar o acesso e permitir que esse rico patrimônio seja explorado por todos.

Existem no parque Quatro Núcleos de Visitação, todos possuem a finalidade de facilitar o controle dos visitantes e de proteger de forma mais organizada esse rico patrimônio. Eles estão localizados estrategicamente pela área total o parque, como o Núcleo do Ouro Grosso, que fica no Bairro da Serra (Iporanga) e serve de base de apoio para cursos de monitoria ambiental, seminários, reuniões e de alojamento para escolas públicas.

A grande maioria dos passeios do parque pode ser feita apenas com Monitores Locais credenciados.

Atualmente, somente 12 cavernas do PETAR estão abertas pra visitação.

Outras informações sobre o PETAR:

  • Valor do Ingresso (cobrado apenas nos Núcleos Santana, Caboclos e Ouro Grosso): R$ 12,00 por pessoa – maiores de 60 anos e menores de 12 anos de idade são isentos. Estudantes com comprovante escolar possuem 50% de desconto;
  • Taxa do Veículo (apenas no Núcleo de Santana): R$ 6,00 por veículo
  • Taxa da pernoite no Camping do Núcleo Caboclos: R$ 18,00 por pessoa. Há necessidade de agendamento prévio na administração do PETAR (15 3552 1875);
  • O pagamento dos ingressos, camping ou taxas do veículo é apenas em moeda local (Real) e é aceito apenas em dinheiro. Não são aceitos cartões, cheques ou qualquer outra forma de pagamento.

Regras e Normas:

  • é obrigatório estar com Monitor Ambiental Local em todas as cavernas e na grande maioria dos atrativos;
  • é obrigatório o uso de calça, camiseta com mangas normais e tênis (não podem blusinhas, camisetas regatas ou sandálias)
  • é obrigatório o uso de equipamentos de segurança como lanternas e capacetes.

Importante saber: as cavernas e demais atrativos possuem limite de pessoas por dia / capacidade de carga. Esteja ciente que deverá respeitar o limite de pessoas em cada um desses atrativos.

Fonte: PETAR Online